Quer saber mais?

Quais as diferenças entre comércio físico e on-line?

Compartilhe.

Entenda cada um e descubra qual o melhor modelo para a sua marca

Com a pandemia do Coronavírus, grande parte dos comerciantes sentiram a necessidade de reinventar seus negócios. Mas, aqueles que ainda não tinham familiaridade com as lojas eletrônicas (e-commerces) acabaram sentindo um pouco mais de dificuldade, pois atualmente é necessário ser flexível e estar atento às novas mudanças que vêm acontecendo. 

Se você ainda tem dúvidas sobre quais são as diferenças entre a empresa física e a on-line, confira, neste artigo, as principais informações que você precisa saber sobre o assunto.

Leia também: Um novo perfil de consumidor faz com que empresas repensem seus negócios

Produtos nas lojas virtuais são realmente mais baratos?

Uma das grandes crenças quando se compara a loja on-line com a física é de que no e-commerce sempre tudo é mais barato. Porém, assim como em estabelecimentos físicos, os negócios eletrônicos também precisam de um espaço bem preparado para receber os produtos e isso gera um custo que acaba influenciando no preço do produto final.

No caso do digital, este local é o site, que é organizado por um profissional de tecnologia, que irá passar instruções adequadas para que a sua plataforma seja agradável e funcional para o cliente. 

Outro ponto importante é que mesmo o comércio sendo on-line, ainda é necessário ter um local de armazenamento dos produtos e das embalagens e, dependendo do tamanho dos itens e quantidades, será necessário pensar em um espaço maior. Além disso, o e-commerce exige que você pense em um sistema de logística bom e eficiente, para que o produto chegue no prazo, intacto e em segurança.  

Leia também: Por que a embalagem pode ajudar a aumentar suas vendas

Localização

No comércio eletrônico a sua localização é o seu site que precisa conter todas as informações necessárias tanto do produto quanto da sua loja, como entregas, pagamentos e outras dúvidas relevantes na hora da compra. Isso deve ser analisado com bastante atenção, pois nesse caso o cliente não consegue ter a experiência do produto como na loja física.

Por outro lado, quando se está criando um estabelecimento físico, um dos pontos mais importantes na hora de escolher o espaço é a localização. Alguns pontos precisam ser observados para evitar transtornos tanto para você quanto para o consumidor, como:

  • Trânsito;
  • Lojas locais;
  • Facilidade de acesso;
  • Comunidade local.

Mas, por que observar isso?

Pense bem: se a sua loja está localizada em uma rua onde não tem facilidade de acesso, possui muito trânsito para chegar até ela, já tem muitos espaços iguais por perto ou simplesmente tem sintonia com a comunidade que vive ali, as chances do seu negócio fracassar aumentam consideravelmente. 

Mas, se você escolher um local que está perto do seu nicho de vendas e é de fácil acesso, a probabilidade de dar certo é muito maior. 

Já quando se fala no e-commerce, essas preocupações somem. Mas também não é tão simples. As pessoas também precisam te encontrar no ambiente on-line e você precisa preparar o seu site para isso. 

Se você não tem conhecimento sobre o assunto, talvez o melhor seja contratar um profissional de marketing digital. O que, caso você ainda não tenha verba o suficiente, pode ser inviável. Outra opção seriam os cursos e tutoriais encontrados na internet para você conhecer melhor sobre o assunto. 

Experiência de compra

Tanto no físico, quanto no on-line, a experiência do consumidor é um dos pontos mais importantes do seu negócio. Pense que você dificilmente gostaria de voltar a uma loja em que você foi maltratado, não é?

A diferença aqui entre as duas modalidades de negócio é que, no presencial, é preciso oferecer um bom atendimento, com simpatia, empatia e qualidade. Já no on-line, onde você não fala diretamente com o seu comprador, você precisa demonstrar que quer vender pra ele e que faz o melhor para isso. 

Por exemplo: você tem um site agradável visualmente, que é rápido, com fotos reais dos seus produtos, com condições de compra que fazem sentido para o seu público. Isso faz toda a diferença para o usuário e interfere diretamente na decisão de compra.

Qual modalidade faz mais sentido para o meu negócio?

Depende! Não existe uma resposta pronta para essa pergunta. Mas, o indicado é estudar a sua marca. Quando estiver planejando, faça algumas perguntas, como:

  • O meu público está presente na internet?
  • O meu produto pode ser enviado?
  • Qual o tipo de estratégia faz mais sentido para aplicar no meu negócio?

Essas são somente as perguntas mais básicas, mas existem outras mais específicas que você precisa pensar para montar o negócio ideal. O indicado é fazer uma pesquisa de mercado para identificar qual o melhor modelo para a sua marca.

Leia também: Como digitalizar seu negócio? Confira 6 passos indispensáveis

Conte com a Klabin ForYou

Seja eletrônico ou físico, todo negócio precisa de embalagens, não é mesmo? A Klabin ForYou é um marketplace que vende embalagens 100% sustentáveis e recicláveis, personalizadas ou não, para tornar o seu negócio muito mais funcional. Para conhecer o site, é só clicar aqui! 🙂