Quer saber mais?

Entenda a importância de estimular o seu filho a brincar sozinho

Compartilhe.

Preocupação de muitos pais, brincar sozinho pode parar de ser encarado como um problema e começar a ser visto como benéfico para a autonomia e desenvolvimento da maturidade da criança.

A preocupação de boa parte dos pais é encontrar formas de estimular as crianças que não sejam proibitivas ou maçantes. Seja por brinquedos educativos, jogos, músicas ou outras ferramentas pedagógicas, nada mais importante do que estimular e interagir. Na infância é bastante comum que esse acompanhamento seja feito por um responsável, inclusive, muitos pais se sentem até culpados por não estarem sempre disponíveis para entrar na brincadeira. Mas, será mesmo que as crianças precisam o tempo todo de companhia para se desenvolver? É sobre este tema que o nosso conteúdo irá falar um pouco mais hoje. 

Antes de tudo, é importante entender que as crianças não precisam de interação o tempo todo, mas isso não significa que você deva deixá-la solitária. O acompanhamento faz mais sentido quando é adicionado o espaço pessoal da criança. Um exemplo: na hora de brincar, comece interagindo com o seu filho e entre na diversão, após algum tempo, deixe que a criança desenvolva sua própria brincadeira. Tente controlar sua ansiedade e dê um espaço seguro para que o seu pequeno aprenda a aproveitar a própria companhia, mesmo sob a supervisão de alguém.


Desenvolve a autoestima e a independência

Ao brincar sozinha, a criança aprende desde cedo a lidar positivamente com estar só. Muitas vezes, a solidão é interpretada como a solução para a fuga de um medo, o que acaba refletindo no comportamento, gerando crianças pouco confiantes e com dificuldade de percorrerem o processo natural de amadurecimento.

Ao desenvolver a capacidade de brincar sozinha, a criança inicia um ciclo positivo, com forte sentimento de independência, sendo mais fácil associar de que o “estar só” é uma condição natural do ser humano. Com essa percepção, a criança entende que tanto estar sozinha quanto interagir com adultos e crianças são atividades satisfatórias e confortáveis. 

Essa iniciação da independência por meio da brincadeira gera a noção de que a criança não depende de ninguém para se divertir, o que resulta em indivíduos mais maduros e confiantes.

Veja também: Crianças em casa: dicas de brincadeiras para o dia a dia.

 

Estimula a criatividade e o autoconhecimento

A infância é o período com maior potencial criativo. Segundo estudos, o auge dessa criatividade está entre os 5 anos, onde 98% delas conseguem explorar toda a sua criatividade ainda sem ser afetada por rótulos, regras e outras convenções sociais.

Os brinquedos educativos funcionam como parceiros que estimulam e desafiam novas descobertas, onde a criança tem a liberdade para conhecer suas preferências e aplicá-las de diferentes formas. Ao apresentar para a criança apenas brinquedos tecnológicos, com funções únicas, a parte criativa fica um pouco mais preguiçosa, pois não é alimentada. O caminho mais criativo é oferecer brinquedos que encorajam as crianças a darem novas funções, solucionar problemas para que se sintam donas do próprio jogo.

Os brinquedos de papelão são educativos e um ótimo entretenimento para as crianças.

 

Acalma e promove a concentração

Brincadeiras em grupo tendem a deixar as crianças mais agitadas, justamente porque o estímulo vem de diferentes formas: no contato com outras crianças, na influência das atitudes em grupo e também nas brincadeiras que são escolhidas.

O que as crianças podem aprender com os brinquedos de papelão?

Ao brincar sozinha, a tendência é de que a criança desenvolva atividades mais calmas com seus próprios brinquedos. Por isso, os brinquedos analógicos acabam sendo a melhor escolha para o desenvolvimento infantil neste aspecto. Objetos onde ela consiga participar ativamente da montagem, como brinquedos de papelão, quebra cabeça ou grandes espaços para pintar, são excelentes escolhas.

Avião de papelão para montar – Eu Amo Papelão

Prepara para a vida escolar

Você pode até achar fofo ser o companheiro preferido para as brincadeiras com o seu filho, mas, com a iniciação do período escolar, essa questão costuma ser um tanto problemática e que gera bastante sofrimento a pais e filhos muito apegados.

Quando o responsável trata a independência da criança como uma das prioridades para o seu desenvolvimento, dar o espaço para a criança se desenvolver sozinha faz com que ela entenda que nem sempre ela terá a presença dos pais, o que torna o enfrentamento de novas situações e interação com outros coleguinhas algo mais naturalizado e confortável. Pode parecer curioso, mas dar espaço para a criança ficar sozinha pode desenvolver um indivíduo mais ativo e que não tem medo de enfrentar novas situações.

 

E aí, curtiu nossas dicas? A Klabin ForYou é um e-commerce de soluções em papel para embalagens. Conheça a nossa linha de Brinquedos de Papelão para tornar a brincadeira do seu filho mais criativa e divertida.