Quer saber mais?

Como vender mais pelas redes sociais: 7 dicas infalíveis

Compartilhe.

Mais do que possibilitar interações e aproximar as pessoas, a internet exerce um papel fundamental na saúde dos pequenos e médios negócios. E aposto que você tem se perguntado como vender mais pelas redes sociais e usar a tecnologia a seu favor.

Afinal de contas, comprar online é uma prática cada vez mais comum na rotina dos brasileiros: 74% dos consumidores já preferem essa modalidade, segundo dados da NZN Intelligence.

E hoje já são 96,2% das empresas presentes nas redes sociais, com o objetivo principal de ganhar visibilidade, de acordo com o relatório Social Media Trends 2019.

É inegável que as redes sociais tornaram-se grandes canais de vendas para muitas empresas. Afinal, são plataformas gratuitas com milhões de usuários, interagindo instantaneamente, e com várias ferramentas que auxiliam todo o processo. 

Porém, vender nas redes sociais vai muito além de apenas postar imagem do seu produto. É preciso ter uma estratégia bem estruturada para atingir o público-alvo da sua marca e proporcionar a melhor experiência de compra para fidelizar clientes. 

Pensando nisso, separamos 7 dicas indispensáveis que irão te ensinar o que fazer para vender pelas redes sociais. Confira!

1. Saiba com quem você está falando

Mesmo que você já domine um determinado mercado no mundo off-line, é preciso fazer pesquisas detalhadas sobre quem são os seus clientes e como é o comportamento do consumidor nas redes sociais. 

Com isso, você consegue montar ações de marketing e vendas mais assertivas e que, de fato, chamem atenção do seu público. 

Saber quem é o seu cliente permite também que você estabeleça uma linguagem mais apropriada nas suas comunicações.

Dedique-se a pesquisar sobre o seu público-alvo, a partir de análise dados demográficos e psicográficos oferecidos pelas redes sociais.

Também vale a pena dar uma olhada nos perfis da concorrência e visitar o perfil de seus seguidores engajados para entender melhor quem são e do que gostam.

 

2. Ofereça conteúdo relevante e de qualidade

Para vender pelas redes sociais, é necessário mais do que apresentar ofertas. 

Você deve buscar tornar a sua página interessante, um espaço para divulgação de conteúdos atraentes e engajadores.

Com tanta informação e tamanha concorrência disponível online, você precisa oferecer valor para chamar a atenção da sua audiência.

Dessa forma, crie um conteúdo que seja relevante para seu consumidor no momento certo. Isso significa que ficar o tempo todo empurrando produtos provavelmente não será a melhor estratégia.

Para isso, vale ter em mente a Lei do Pareto, com a famosa proporção 80/20: para cada dois posts de produtos e divulgação da marca, crie outros oito com intuito de apenas informar e interagir

Com informações consistentes, as pessoas vão entender que você é uma referência em seu mercado e terão mais confiança em sua marca, compartilhando postagens e, assim,  aumentando o alcance e a visibilidade do seu negócio.

 

3. Aposte em novos formatos

Você pode expandir sua estratégia para vender mais pelas redes sociais indo além de publicar fotos no feed.

Há formatos muito relevantes a serem explorados, como os vídeos, as lives e os Stories, que têm alto poder de penetração e interatividade.

De acordo com o Think with Google, hoje o YouTube conta com mais de 98 milhões de usuários aqui no Brasil e mais de 95% da população acessa essa plataforma pelo menos uma vez no mês.

Com isso, podemos concluir que produzir vídeos tem se tornado cada vez mais importante para a divulgação de uma marca.

Você pode se organizar para elaborar conteúdo audiovisual para apresentar produtos, divulgar tutoriais e palestras, contar a história da empresa, expor depoimentos de clientes e novidades do seu nicho.

Outro formato que tem sido muito relevante para as marcas são as lives. Segundo o Facebook, transmissões ao vivo geram 10x mais comentários que um vídeo normal.

Isso porque as lives fazem com que o público se sinta especialmente perto das marcas ou criadores de conteúdo que as transmitem.

E, por fim, uma mídia que merece atenção é o Instagram Stories. Com quase meio bilhão de usuários ativos diariamente, o recurso hoje deve integrar qualquer estratégia comercial de Instagram.

Além de ter alto poder de alcance, o próprio Instagram já divulgou que os Stories fazem com que os usuários permaneçam mais tempo na plataforma e voltem a visitar aquele perfil com mais frequência. 

Ou seja, esse é um formato indispensável para fixar suas ofertas, diferenciais e novidades na mente dos potenciais consumidores.

 

4. Invista em anúncios

Outra grande vantagem oferecida pelo Facebook é a possibilidade de impulsionar suas publicações por meio de anúncios pagos, que podem ser veiculados no feed do próprio Facebook, do Instagram e até mesmo nos Stories. 

As campanhas são segmentadas por idioma, localidade, gênero, idade e interesses, e você pode definir o investimento que cabe no seu bolso.

Essa é a chance de alcançar um público ainda maior, veiculando produtos, conteúdos e, principalmente, direcionando novos usuários para a sua loja.

Se antes a mídia paga em TV, outdoors e panfletos era cara e gerava pouco retorno para a sua marca, agora anunciar nas redes sociais tem excelente custo-benefício, uma vez que é possível mostrar os anúncios apenas para quem tem tudo a ver com o seu negócio.

 

5. Ofereça um bom atendimento

Nas redes sociais, o seu objetivo deve ser criar uma audiência para vender em seguida. Portanto, faz total sentido dar atenção a ela e manter contato, certo?

Antes de ser um canal de venda, as redes sociais existem para promover relacionamento e criar conexões. Você deve fisgar seus potenciais clientes sendo o mais atencioso possível.

Comentários no Instagram, Facebook, Youtube, mensagens diretas, e-mails, ligações, tudo deve ser respondido com cordialidade e cuidado. 

Às vezes uma simples dúvida atendida em um comentário pode ser crucial para que o cliente feche a compra.

Ao criar um bom relacionamento com os clientes, você constrói credibilidade para a sua marca. Afinal, você demonstrará que se preocupa com a experiência de compra e o bem-estar deles.

 

6. Experimente os canais de venda

O social commerce é um conceito que surgiu quando as redes sociais passaram a ser utilizadas para o comércio eletrônico de produtos e serviços.

Essa associação permite vender diretamente para o consumidor, sem necessidade de intermediários.

Portanto, você pode testar a possibilidade de divulgar e vender os produtos da sua loja virtual no marketplace do Facebook.

Se a plataforma do seu e-commerce possui integração com essa rede social, melhor ainda. Você conseguirá, por exemplo, controlar o estoque e as formas de pagamento de uma só vez.

Seguindo essa tendência, o Instagram também disponibilizou tags para fotos de contas comerciais.

Essas etiquetas permitem marcar produtos com preços e links que redirecionam o seguidor para o site da loja.

Portanto, não se esqueça de configurar sua conta comercial e associe-a a um catálogo do Facebook para começar a identificar seus produtos e redirecionar para o e-commerce.

 

7. Venda pelas redes sociais e whatsapp através de um link

Se você não possui um e-commerce, o Facebook, o Instagram e o Whatsapp podem ser usados como ferramentas diretas de venda digital.

No entanto, isso não significa ficar refém de transferência, depósitos bancários e/ou pagamentos no ato da entrega do produto para o seu cliente.

Se uma pessoa manifesta interesse pelo seu produto pelos comentários ou mandando uma mensagem, é possível garantir toda a compra por meio das redes sociais, usando um link de pagamento.

Com essa ferramenta, você mesmo gera uma URL com as todas as informações da venda (produto, descrição, quantidade, valor, número de parcelas e forma de pagamento) e envia para o seu cliente pelo Whatsapp, por e-mail, por mensagem via Instagram ou Facebook.

Se preferir, pode divulgar esse link em grupos ou nas próprias publicações da sua página e limitar a quantidade de produtos disponíveis, assim você acelera o contato com os clientes e não corre o risco de vender além do estoque. 

O Link.me é o aplicativo de link de pagamento do Pagar.me, empresa do grupo Stone Co. que oferece soluções de pagamento digital.

Você pode se cadastrar com seu CPF ou CNPJ e gerar suas cobranças, podendo assim vender mais pelas redes sociais. Faça o download, cadastre-se e comece a usar hoje mesmo.

 

Por fim, é notável que se antes vender pelas redes sociais era uma alternativa para complementar seu faturamento, hoje é uma estratégia vital para a saúde financeira do seu negócio

Não perca tempo e comece a digitalizar o seu negócio o quanto antes! Se você gostou das dicas, compartilhe esse artigo nas redes sociais com seus amigos.

* Artigo escrito pela equipe da Stone Co. Digital.