Inspirações

O poder de um bom nome

Compartilhe.

Escolher o nome de uma nova empresa ou novo produto é um momento crucial para todo empreendedor. Pense bem. Ao pensar na palavra “refrigerante” o que te vem à cabeça? E ao pensar em “sabão em pó”? Esse é o poder de um nome de impacto: ressignificação.

Mas como criar um nome com potencial para a sua marca? Essa não é uma tarefa simples. É preciso levar em consideração alguns pontos como o seu ramo de atuação, público-alvo e muito mais. 

Criamos um passo a passo para te ajudar nesse momento tão importante do seu negócio:

1) Quanto mais simples, melhor

Mais uma vez, pense nas grandes marcas: Apple, Twitter, Pepsi, Google. O que elas têm em comum? São nomes curtos e de fácil pronúncia. Isso é fundamental, ainda mais se você tem o objetivo de expandir a sua marca. Um nome curto facilita até mesmo a sua comunicação visual, já que é mais flexível para trabalhar.

2) Juntos somos melhores

Reúna um time para pensar junto.. Pessoas diferentes têm bagagens culturais diferentes, o que pode ajudar muito em um processo criativo. Faça uma lista com pelo menos 10 opções sem se preocupar em classificá-las como boas ou ruins. 

3) Como você enxerga o futuro da empresa?

Fuja do lugar comum. Nomes que incluem os produtos comercializados pela empresa podem ser um tiro no pé se os planos incluem expansão da área de atuação. “Casa das Panelas”, por exemplo, pode ser um problema se futuramente você decidir vender outros artigos, e acabar afastando clientes.

4) Corra das modinhas

De tempos em tempos, surgem tendências no mundo dos comércios. Um exemplo são os food trucks e as comidas no pote. Atrelar o nome da sua empresa a algo que pode perder a força nos próximos anos não é interessante. Prefira algo que traduz a personalidade da sua marca, que de fato faça com que ela se destaque ao invés de se perder entre as muitas lojas conceituais que acabam morrendo pouco depois.

5) Repita o nome escolhido em voz alta

Todo cuidado é pouco para evitar cacofonias, ambiguidades e termos que podem carregar algum sentido pejorativo. Um bom exemplo é o caso da gigante Amazon. A princípio, Jeff Bezos queria chamar o site de “Cadabra”, em referência a “abracadabra”, mas desistiu ao ser alertado pelo seu advogado sobre a semelhança com a palavra “cadáver”. Por fim, escolheu estrategicamente um nome com a letra A, para garantir sua aparição em destaque em mecanismos de busca.

6) Faça a lição de casa

Quanto mais exclusivo o seu nome, mais potencial ele tem de se estabelecer no mercado. Por isso, após ter a lista com algumas sugestões de nomes pesquise uma por uma na internet. Assim, você evita a escolha de um nome que já existe e que pode confundir seus futuros clientes (além de prevenir problemas com o INPI, sobre o qual falaremos no próximo item).

7) Registre a sua marca

Não são poucos os casos de empresas com o mesmo nome disputando processos judiciais ou até mesmo sócios reivindicando a posse total da marca. Para evitar dor de cabeça e desperdício de tempo e dinheiro, registre o nome da sua empresa no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), o órgão responsável pelo registro de marcas e patentes. O processo pode ser feito inteiramente online. 

.

Até já,

Time Klabin ForYou

Inscreva-se 😉

Os nomes da Klabin ForYou

O mercado de embalagens não costuma ser criativo para nomear seus produtos, usando apenas denominações descritivas para os modelos. A Klabin ForYou chegou ao mercado para descomplicar, por meio da tecnologia, o acesso dos pequenos e médios negócios a embalagens personalizadas. Sabemos que a embalagem é uma ferramenta de relacionamento poderosa, por isso nada mais justo do que darmos nomes que façam jus a elas também. 

  • Falando a sua língua

A comunicação de uma empresa é integrada. Sendo assim, o nome da nossa marca, a linguagem que usamos nas redes sociais e o nome dos nossos produtos são como instrumentos que, juntos, formam uma orquestra. É uma nova forma de vender embalagem.

  • Seja livre

Quando criamos a Mamma Mia, pensamos em manter os horizontes abertos. É uma caixa no formato de pizza, mas o empreendedor pode se sentir livre para transportar outros alimentos.

  • Cultura Pop

AThe New Black é uma embalagem coringa, prática e que se aplica a vários produtos. Por isso, a brincadeira de ser o novo pretinho básico.

  • Elegância 

Clássica e delicada, a Prime ganhou esse nome para mostrar que essa embalagem embora simples, pode ganhar muito charme com sua personalização. 

  • Economia de tempo

A forma como organizamos nosso portfólio foi pensada estrategicamente. As quatro categorias têm como nome suas respectivas finalidades. Entendemos que, ao entrar na plataforma, o empreendedor quer encontrar uma categoria certa e direta para a sua necessidade.

*Fontes consultadas: Sebrae, Exame, Revista PNG e Rock Content